The Holy See
back up
Search
riga

VIAGEM APOSTÓLICA À ESPANHA

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
NA CERIMÔNIA DE CHEGADA
NO AEROPORTO DE MADRID-BARAJAS

3 de Maio de 2003

 


Majestades
Senhores Cardeais
Senhor Presidente
e distintas Autoridades
Senhores Bispos
Queridos Irmãos e Irmãs

1. É com grande emoção que venho de novo à Espanha na minha quinta Viagem Apostólica a esta nobre e querida Nação. Saúdo-vos muito cordialmente a todos vós que vos encontrais aqui, e a quantos seguem este acto através da rádio ou da televisão, dirigindo-vos com muito carinho as palavras do Senhor ressuscitado:  "A paz seja convosco".

Desejo para cada um de vós a paz que só Deus, por meio de Jesus Cristo, nos  pode  dar;  a  paz  que  é  obra  da justiça, da verdade, do amor, da solidariedade; a paz de que os povos gozam quando  seguem  as  orientações  da  lei de Deus; a paz que faz com que os homens e os povos se sintam irmãos uns dos outros.

A paz seja contigo, Espanha!

2. Agradeço a Sua Majestade o Rei Dom João Carlos I a sua presença aqui, juntamente com a Rainha, e de modo particular as palavras que me dirigiu ao dar-me as boas-vindas em nome do povo espanhol. Agradeço também a presença do Presidente do Governo e das outras Autoridades civis e militares, manifestando-lhes o meu apreço pela colaboração prestada para a realização dos diversos actos desta visita.

Saúdo com afecto o Senhor Cardeal Antonio María Rouco Varela, Arcebispo de Madrid e Presidente da Conferência Episcopal Espanhola, os Senhores Cardeais, os Arcebispos e Bispos, os sacerdotes, as pessoas consagradas e os restantes fiéis que formam a comunidade católica, quase duas vezes milenária, deste País:  Sois o povo de Deus que peregrina na Espanha! Um povo que ao longo da sua história deu tantas provas de amor a Deus e ao próximo, de fidelidade à Igreja e ao Papa, de nobreza de sentimentos, de dinamismo apostólico. Obrigado a todos vós por este cordial acolhimento.

3. Amahã terei a honra de canonizar cinco filhos desta terra. Eles souberam aceitar o convite de Jesus Cristo:  "Sereis minhas testemunhas" anunciando-o com a sua vida e com a sua morte. Neste momento histórico eles são luz no nosso caminho para viver com vigor a fé, para infundir amor ao próximo e para prosseguir com esperança a construção de uma sociedade baseada na convivência pacífica e na dignidade moral e humana de cada cidadão. Sigo sempre com profundo interesse as vicissitudes da Espanha. Vejo com satisfação o seu progresso para o bem-estar de todos. O processo de desenvolvimento de uma nação deve basear-se nos valores autênticos e permanentes, que procuram o bem de cada pessoa, sujeito com direitos e deveres, desde o primeiro momento da sua existência e acolhimento na família, e nas etapas sucessivas da sua inserção e participação na vida social.

Esta tarde, encontrar-me-ei com os jovens e espero esse momento com entusiasmo, o qual me permitirá entrar em contacto com aqueles que estão chamados a ser os protagonistas dos novos tempos. Tenho total confiança neles e estou certo de que é grande a sua vontade de não desiludir a Deus, a Igreja nem a sociedade a que pertencem.


4. Neste momento transcendental para a consolidação de uma Europa unida, desejo recordar as palavras com as quais me despedi, em Santiago de Compostela, ao terminar a minha primeira viagem apostólica em terras de Espanha em Novembro de 1982. Dali exortei a Europa com um grito cheio de amor, recordando-lhe as suas raízes cristãs ricas e fecundas:  "Europa, volta a encontrar-te. Sê tu mesma. Reaviva as tuas raízes!". Tenho a certeza de que a Espanha contribuirá com a rica herança cultural e histórica das suas raízes católicas e dos seus valores para a integração de uma Europa que, a partir da pluralidade das suas culturas e respeitando a identidade dos seus Estados membros, procura uma unidade baseada nos critérios e princípios nos quais prevaleça o bem integral dos seus cidadãos.

5. Imploro do Senhor para a Espanha e para todo o mundo uma paz fecunda, estável e duradoura, bem como uma convivência na unidade, no quadro da maravilhosa e variada diversidade dos seus povos e cidades.

Que pela intercessão da Virgem Imaculada e do Apóstolo Santiago, Deus abençoe a Espanha!