The Holy See
back up
Search
riga

 DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
AOS PARTICIPANTES DA PEREGRINAÇÃO
PROMOVIDA PELA UNITALSI

15 de Novembro de 2003

 

 
Caríssimos Irmãos e Irmãs

Com alegria acolho-vos no dia de hoje a todos vós que vindes de diversas regiões  da  Itália  para  comemorar  os cem anos de vida e de actividade da UNITALSI.

Saúdo, antes de mais, o Presidente Nacional, Dr. António Diella, e lhe sou grato pelas palavras cordiais que me dirigiu em nome de toda a Associação. Saúdo ao Mons. Luigi Moretti, Vice-Gerente da Diocese de Roma e vosso Assistente Eclesiástico. Dirijo um pensamento grato a cada um de vós e, através de vós, a todos os sócios empenhados tanto no voluntariado como nas diversas atividades promovidas pelo vosso Sodalício.

Desejo, ainda, recordar neste momento quantos vos precederam nestes cem anos, tanto nas funções de direcção, quanto no serviço humilde e silencioso que caracteriza a família unitalsiana.

2. Diversos momentos celebrativos, nestes meses, vos têm dado oportunidade para expressar o vosso reconhecimento ao Senhor:  do Congresso de Rímini à peregrinação internacional das crianças e à nacional, a Lourdes; da subida ao monte da Casa Santa de Loreto às numerosas iniciativas formativas, culturais e religiosas.

Quereis, agora, concluir o vosso jubileu com a visita à Cidade eterna para renovar, assim, a expressão de vossa fidelidade ao Sucessor do Apóstolo Pedro. Estais bem conscientes de que todo baptizado é chamado a ser um "santuário vivo" de Deus, mediante uma existência coerente com a mensagem evangélica. Em diversas circunstâncias meditastes sobre a universal vocação para a "santidade". A este propósito, também recentemente na Exortação Apostólica Ecclesia in Europa afirmei:  "O pleno florescimento da Igreja dependerá da contribuição  irrenunciável  dos  fiéis  leigos,  chamados  a  tornar  presente  a  Igreja  de Cristo  no  mundo,  anunciando  e  servindo  ao  Evangelho  da  Esperança" (cf. n. 41).

3. Caríssimos Irmãos e Irmãs, mantende vivo o carisma da vossa associação eclesial.

A imagem bíblica do bom samaritano que se inclina sobre aquele que está ferido e necessitado (cf. Lc 10, 30-37), assim como a tenacidade, rica de fé e cheia de esperança, dos homens que carregam o paralítico até Jesus, baixando o leito pelo tecto (cf. Lc 5, 18-20) vos estimulem a uma dedicação cada vez mais total a Deus e ao próximo.

Alimentai a vossa existência pessoal e o trabalho na UNITALSI com a escuta da Palavra e a oração, com uma intensa vida sacramental e a busca constante da vontade divina. Este é o modo com o qual se rende o "culto espiritual" agradável ao Senhor.

A Imaculada, que "dá alegria e paz" fará "resplandecer a santidade de Deus" nos vossos corações (cf. Missal da B.V. Maria, nº 36, Prefácio e Colecta). A Ela recorrei com a oração do Rosário, e segui o seu convite para valorizar o sofrimento e a dor como preciosa contribuição para a salvação do mundo. Nossa Senhora  não  vos  faltará  com  o  seu auxílio e em cada situação será o vosso sustento.

Eu vos acompanho com a oração, e com muita satisfação concedo uma especial Bênção apostólica a vós, àqueles que são para vós objeto de atenção e de amor, e à inteira família da UNITALSI.

 

 

 

top