The Holy See
back up
Search
riga

 

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
A UM GRUPO DE SACERDOTES DO ARCEBISPADO
 ORTODOXO DE ATENAS

19 de Setembro de 2003

 

 

Queridos Irmãos Sacerdotes
da Igreja Ortodoxa da Grécia!

Sinto-me feliz por me encontrar convosco, durante a vossa visita à Santa Sé e à histórica cidade de Roma, que tem a honra de conservar os túmulos dos Apóstolos Pedro e Paulo. Alegro-me com este novo contacto que se estabelece entre nós.

A vossa presença faz-me recordar a graça muito especial que o Senhor me concedeu, permitindo-me visitar Sua Beatitude Christodoulos, Arcebispo de Atenas e de toda a Grécia, e a Igreja ortodoxa da Grécia no ano do Grande Jubileu, no contexto da minha peregrinação "seguindo os passos de São Paulo". Nós devemos continuar a construir sobre as bases sólidas dos vínculos fraternos e evangélicos que experimentámos naquela ocasião. Também a vossa visita a Roma constitui uma válida iniciativa neste sentido, para nos conhecermos e apreciarmos melhor e para experimentarmos modalidades de relacionamento que facilitam a comunhão.

Dirijo-me constantemente ao Senhor, para que ele nos disponha a todos a abrir os nossos corações à sua oração "para que todos sejam um só" (Jo 17, 21), e nos torne capazes de uma obediência genuína à sua vontade, de maneira  a  procurar  juntos  os  caminhos para  uma  colaboração  mais  estreita  e para  uma  comunhão  cada  vez  mais profunda.

Desejo de coração que a vossa visita aos lugares santos de Roma, com os encontros, as conversações, as ocasiões de confronto, constituam uma experiência positiva e útil para a vossa vida sacerdotal. Oxalá o Espírito Santo acompanhe sempre o vosso ministério e fortaleça o testemunho que cada um de vós dá ao Evangelho do nosso comum Senhor.

Peço-vos que transmitais a Sua Beatitude Christodoulos, e ao Santo Sínodo que o rodeia, a minha saudação mais calorosa e os votos sinceros de bem e prosperidade no Senhor.
A graça e a paz do Senhor estejam convosco!

 

 

 

 

top