The Holy See
back up
Search
riga

  DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
AO CAPÍTULO GERAL DA ORDEM DOS CÓNEGOS
REGULARES PREMONSTRATENSES

 

Segunda-feira, 29 de Setembro de 2003

 

 

É com afecto no Senhor que tenho o grande prazer de vos saudar, a vós Cónegos Regulares Premonstratenses, por ocasião do vosso Capítulo Geral. Agradeço ao Abade-Geral Emérito, Pe. Hermenegild J. Noyen, as suas palavras de afecto e devoção, enquanto vos asseguro a todos vós a minha proximidade espiritual, no momento em que vos preparais  para  escolher  o  vosso  novo Abade-Geral.

Os Cónegos Regulares Premonstratenses, na sua longa e ilustre história, contribuíram de maneira significativa para o crescimento e a vida da Igreja, especialmente na Europa, e uno-me a vós neste dia para dar graças a Deus por todas as bênçãos que Ele derramou sobre vós ao longo dos numerosos séculos da vossa existência. A vida consagrada e o seu testemunho da mensagem salvífica de Jesus Cristo desempenharam um papel fundamental na evangelização da Europa e na formação da sua identidade cristã. Assim como a exortação do Papa Gregório VII à renovação foi abraçada por São Norberto, também a Igreja contemporânea olha para os seus filhos espirituais, e espera que contribuam com entusiasmo para enfrentar os desafios apresentados pela pregação do Evangelho, no alvorecer do terceiro milénio. "A Europa tem sempre necessidade da santidade, da profecia, da actividade de evangelização e do serviço das pessoas  consagradas"  (Ecclesia  in  Europa, 37).

Nos últimos anos, a vossa Ordem alargou a sua presença a várias regiões do mundo, procurando servir a Igreja através de novas formas de apostolado, que hão-de exigir sempre um compromisso autêntico a imitar, no espírito do vosso fundador, o exemplo da Igreja primitiva, vivendo e promovendo o ideal do "cor unum et anima una" (cf. Act 4, 32). Este testemunho da "koinonia" constituirá um poderoso sinal e fonte de esperança para o mundo, que deve enfrentar formas exageradas de individualismo e de fragmentação social. Nesta perspectiva, encorajo-vos a continuar a promover um espírito de caridade fraternal, vivida em nome de Jesus e do seu amor.

Como muitos outros Institutos religiosos, também a Família norbertina está a passar por uma certa dificuldade na conquista de novas vocações. A este propósito, animo-vos a perseverar nos vossos esforços em ordem a fazer com que o mundo conheça de modo particular os jovens a beleza e a alegria da vocação religiosa. Possa o voto que fazeis na vossa profissão, Offerens trado me ipsum Ecclesiae, constituir uma expressão  viva  e  eloquente  do  vosso "dom radical de vós mesmos por amor do Senhor Jesus e, nele, por todos os membros  da  família  humana" (Vita consecrata, 3).

Meus queridos Irmãos no Senhor, oxalá Deus vos ilumine durante estes dias de deliberação e vos ajude ao longo do caminho da santidade e do serviço à sua Igreja. Enquanto invoco sobre vós a intercessão de Nossa Senhora Santíssima, Rainha do Rosário, acompanho-vos com o meu pensamento e com as minhas orações, concedendo-vos cordialmente, a vós, aos membros do Capítulo Geral  e  a  todos  os  Cónegos  Regulares Premonstratenses, a minha Bênção apostólica.

 

 

 

 

top