The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
À ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS MUNICÍPIOS ITALIANOS
 (A.N.M.I.) NO CENTENÁRIO DO NASCIMENTO
DE GIORGIO LA PIRA

 Segunda-feira, 26 de Abril de 2004

 

 
Senhor Cardeal!
Ilustres Representantes da Associação
Nacional Municípios Italianos!

1. Sinto-me feliz por vos apresentar as cordiais boas-vindas a este encontro, que se coloca no contexto das celebrações para o centenário do nascimento do Professor Giorgio La Pira. Saúdo cada um de vós e as Cidades que aqui representais. Saúdo, de modo especial, o Cardeal Ennio Antonelli, Arcebispo de Florença, bem como o Presidente Municipal desta Cidade e Presidente da ANCI, Senhor Leonardo Domenici, ao qual agradeço as palavras que me dirigiu fazendo referência ao serviço prestado por Giorgio La Pira à causa da convivência fraterna entre as nações. A este propósito, apreciei que precisamente para recordar de maneira tangível o seu esforço dedicado a favorecer a amizade entre os povos que se reconhecem em Abraão judeus, cristãos e islâmicos a vossa Associação decidiu oferecer uma ajuda concreta ao Caritas Baby Hospital de Belém.

2. Expresso-vos o meu cordial apreço por este generoso gesto, que honra bem a memória de Giorgio La Pira, figura eminente da política, da cultura e da espiritualidade do século que há pouco terminou.

Face aos poderosos da Terra expôs com firmeza as suas ideias de crente e de homem amante da paz, convidando os interlocutores a um esforço comum para promover este bem fundamental nos vários âmbitos:  na sociedade, na política, na economia, nas culturas e entre as religiões.

Na teoria e na práxis política, La Pira sentia a exigência de aplicar a metodologia do Evangelho, inspirando-se no mandamento do amor e do perdão. Permanecem emblemáticos os "Congressos pela paz e pela civilização cristã", que promoveu em Florença de 1952 a 1956, com a finalidade de favorecer a amizade entre cristãos, judeus e muçulmanos.

3. Numa carta ao amigo Amintore Fanfani, ele escreveu palavras de uma surpreendente actualidade:  "Os políticos são guias civis, aos quais o Senhor confia, através das técnicas que mudam com o tempo, o mandamento de guiar os povos para a paz, a unidade, a promoção espiritual e civil de cada povo e de todos juntos" (22 de Outubro de 1964).

La Pira fez uma extraordinária experiência de homem político e de crente, capaz de unir a contemplação e a oração à actividade social e administrativa, com uma predilecção pelos pobres e por quantos sofrem.

Caríssimos Presidentes Municipais, possa este luminoso testemunho inspirar as vossas opções e acções quotidianas! Seguindo o exemplo de Giorgio La Pira, ponde-vos generosamente ao serviço das vossas comunidades, com uma especial atenção às camadas juvenis, favorecendo também o seu progresso espiritual. Não deixeis de cultivar aqueles valores humanos e cristãos que formam o rico património ideal da Europa. Ele deu vida a uma civilização que, ao longo dos séculos favoreceu o surgimento de sociedades autenticamente democráticas. Sem bases éticas a democracia corre o risco de se deteriorar no tempo e até de desaparecer.

Graças ao contributo de todos, o sonho de um mundo melhor pode tornar-se realidade. Deus conceda que a humanidade veja realizada esta profecia de paz!

Acompanho  estes  votos  com  a  oração,  enquanto  abençoo  a  todos  de coração.

 

 

 

top