The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
AO SENHOR
FERENC GYURESÁNY
PRIMEIRO-MINISTRO DA HUNGRIA

18 de Dezembro de 2004

 

Senhor Primeiro-Ministro

Dou-lhe as boas-vindas ao Vaticano e agradeço-lhe as suas cordiais saudações. Com o ingresso da Hungria na União Europeia no corrente ano, abriu-se um novo e significativo capítulo na história deste País. Estou persuadido de que o seu País oferecerá uma contribuição para o futuro deste Continente, haurindo do rico património de valores culturais e espirituais que, desde a época de Santo Estêvão, formam a alma do povo húngaro.

A este propósito penso de maneira particular nos jovens da sua Nação e no modo como é importante que eles se formem em virtudes cívicas sadias. Este é um âmbito de particular interesse para a Igreja, que procura contribuir para o bem comum, no cumprimento da sua missão religiosa e educativa. Portanto, estou feliz com a série de acordos jurídicos assinados entre a Hungria e a Santa Sé nos últimos anos, em particular o Acordo sobre o financiamento das actividades de serviço público e de outras actividades religiosas empreendidas pela Igreja Católica na Hungria. Este Acordo define de maneira juridicamente vinculante o papel da Igreja num âmbito tão importante da sociedade húngara, com o devido respeito pelos direitos humanos à liberdade religiosa e à educação. Formulo votos a fim de que um espírito de cooperação construtiva continue a distinguir a obra da Igreja e do Estado na tarefa de realizar com fidelidade aquilo que foi negociado e concordado.

Excelência, agradecido pela sua visita ofereço-lhe a certeza das minhas preces por todo o querido povo húngaro e, sobre a Nação, invoco de coração as bênçãos divinas de prosperidade e de paz.

 

© Copyright 2004 - Libreria Editrice Vaticana


top