The Holy See
back up
Search
riga

 DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
AOS REPRESENTANTES DO LÁCIO,
DO MUNICÍPIO E DA PROVÍNCIA DE ROMA

Quinta-feira, 15 de Janeiro de 2004

 

 

 
Ilustres Senhores e gentis Senhoras!

1. Sede bem-vindos a este encontro que no início do novo ano, nos oferece a oportunidade para um cordial intercâmbio de bons votos. Obrigado pela agradável visita. Dirijo uma deferente saudação ao Presidente da Junta Regional, Deputado Walter Vertroni, e ao Presidente da Província, o Deputado Enrico Gasbarra. Desejo expressar-lhes profundo reconhecimento pelas gentis palavras, com que se quiseram fazer intérpretes dos sentimentos de todos os presentes. Saúdo os Presidentes e os Membros das três Assembleias do Conselho, assim como os seus colaboradores. A ocasião é-me propícia para enviar um pensamento afectuoso a todos os habitantes da Urbe, da Província e da Região do Lácio.

2. As dificuldades, que marcam a actual situação do mundo, sentem-se também nesta nossa terra. Os momentos difíceis são contudo aqueles em que podem e devem sobressair mais claramente as energias positivas de uma população e dos seus representantes. Por conseguinte, apraz-me renovar-vos aquele caloroso convite à confiança e à unidade solidária, que em várias ocasiões dirigi ao povo italiano.

É indispensável o contributo de cada um para construir uma sociedade mais justa e fraterna. É preciso superar juntos as tensões e os conflitos; é necessário lutar juntos contra o terrorismo, que infelizmente, não deixou de atingir também esta nossa amada Cidade.

O caminho para derrotar e prevenir qualquer forma de violência é o de se comprometer na construção da "Civilização do amor". De facto, o amor realcei na mensagem para o recente Dia Mundial da Paz é "a forma mais nobre de relação entre os seres humanos" (Mensagem, n. 10).

3. Como não pensar na família como lugar prioritário para realizar a "Civilização do amor"? A família representa o espaço humano, no qual a pessoa, desde o início da sua existência, pode experimentar o calor do afecto e crescer de maneira harmoniosa. Precisamente por isso são vistas favoravelmente opções políticas e administrativas adequadas para apoiar o núcleo familiar, visto como "sociedade natural fundada no matrimónio", segundo quanto escreve a Constituição Italiana (art. 29). Inserem-se neste contexto as disposições lançadas pelas Administrações por vós guiadas para ir ao encontro das famílias com filhos nos primeiros anos de vida, ou para coadjuvar o papel primário da instituição familiar na educação dos filhos. Para esta finalidade, a escola reveste sempre uma importância fundamental. A Igreja sente-se feliz por contribuir para isto com os seus Institutos escolares, que desempenham um papel social apreciado e que, por isso, têm direito a serem apoiados.

4. Muitos outros sectores da vida social exigem intervenções concretas. Penso em quem se encontra em situações de maior necessidade, nos idosos que vivem sozinhos, nos menores em estado de abandono, nas camadas sociais mais débeis como as de muitos imigrados. Penso na juventude que olha com confiança para o futuro, e espera ser educada na justiça, na solidariedade e na paz. As paróquias, as comunidades religiosas, as instituições católicas e o voluntariado continuarão a oferecer em Roma, na Província e em todo o território regional, o seu minucioso contributo, pondo à disposição todos os recursos humanos e espirituais.

5. Ilustres Representantes das Administrações regional, provincial e municipal! Obrigado por tudo o que fazeis com empenho. Estou-vos grato em particular, pela atenção que reservais à acção pastoral e social da Igreja, sempre e unicamente preocupada por servir o homem e testemunhar o Evangelho da esperança.

Confio-vos a vós, assim como todos os vossos projectos, à Virgem Maria, invocada na Urbe, na Província e no Lácio com muitos títulos sugestivos, que testemunham uma intensa e radicada devoção entre o povo. Garanto-vos uma recordação na oração e invoco sobre vós, sobre os vossos colaboradores, sobre as vossas famílias e sobre as populações que representais, a bênção de Deus.

Bom Ano a todos!

 

 

 

top