The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
NO FINAL DA SEMANA DE EXERCÍCIOS ESPIRITUAIS
 COM A CÚRIA ROMANA

Sábado, 6 de Março de 2004

 

 

Estimado Professor, é-me grato expressar-te, também em nome de todos os participantes, a mais cordial gratidão no termo dos Exercícios Espirituais, durante os quais tu nos orientaste na contemplação do mistério de Cristo, propondo-nos profundas meditações acerca deste tema: «Seguindo-te a ti, Luz da vida».

Penso com profundo apreço no compromisso de preparação, remota e próxima, que isto comportou para a tua pessoa. Eu e os meus colaboradores da Cúria Romana pudemos beneficiar das reflexões que tu apresentaste gradualmente, com originalidade de intuições e vastidão de conhecimentos teológicos, bíblicos e espirituais. Surpreendeu-nos, outrossim, a paixão com que desejaste expor estes conteúdos, fazendo continuamente referência às experiências ministeriais da vida de cada dia. Obrigado porque, com o estilo que caracteriza a tua investigação teológica e a tua actividade pastoral, nos ofereceste estímulos preciosos à nossa mente e ao nosso coração, em vista de um seguimento cada vez mais comprometedor daquele que é a Luz do mundo.

Desejo manifestar-te também um reconhecimento particular pela tonalidade amistosa e orante que quiseste imprimir no nosso itinerário, ajudando-nos a elevar os espíritos a Deus, naquela atitude contemplativa, imbuída de fé e de amor, para a qual não cesso de convidar o Povo de Deus, exortando as comunidades cristãs a resplandecer no meio do mundo, sobretudo através da «arte da oração» (cf. Novo millennio ineunte, 32).

Por tudo isto, saberá recompensar-te o Senhor, a quem confio a tua pessoa e o serviço eclesial que tu desempenhas com zelo e fidelidade. A Virgem Santa, que tu nos ajudaste a contemplar no contexto da nossa peregrinação terrestre rumo à pátria celestial, vele sobre ti e sobre todas as tuas actividades apostólicas.

Por fim, dirijo uma saudação carinhosa a todos vós, que quisestes participar nestes Exercícios, transmitindo um pensamento de reconhecimento também àqueles que colaboraram para a realização dos mesmos, cuidando da liturgia e dos cantos.

Confio cada um de vós à protecção celestial da Virgem Santíssima, enquanto concedo a todos vós a minha Bênção.

 

 

 

top