The Holy See
back up
Search
riga

 DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
 À DELEGAÇÃO DA BULGÁRIA PARA A FESTA
DOS SANTOS CIRILO E METÓDIO 

Segunda-feira, 24 de Maio de 2004

 

 
Senhor Presidente
Amados Irmãos no Episcopado
e no sacerdócio
Minhas Senhoras e meus Senhores!

1. No âmbito da vossa tradicional visita em memória dos Santos Cirilo e Metódio, honrados na venerável Basílica de São Clemente, desejastes encontrar-vos comigo para me saudar e me apresentar os vossos votos, por ocasião do meu 84º aniversário. Agradeço-vos este gesto cordial, que aprecio, e dou-vos as boas-vindas.

Desejo agradecer ao Presidente da Assembleia nacional as gentis palavras que me dirigiu em nome de todos. Retribuo pedindo-lhe a amabilidade de expressar os meus respeitosos votos ao Senhor Presidente da República bem como os meus sentimentos de afecto ao amado povo búlgaro, recordando-me da minha feliz visita ao vosso país, há dois anos.

2. Dirijo uma saudação particular ao vosso venerado Patriarca, Sua Santidade Máximo, assim como aos membros do Santo Sínodo da Igreja ortodoxa búlgara. O exemplo dos santos irmãos de Tessalonica ampare os esforços de todos para afirmar os valores espirituais que conferem à alma do povo búlgaro a sua identidade e a sua força!

Desde há alguns anos o vosso país reencontrou o seu lugar no cenário internacional e prossegue o seu caminho de liberdade e democracia, procurando também consolidar a concórdia no seio da nação. Actualmente ele está comprometido num esforço paciente para alcançar de maneira estável as instituições da União Europeia. A respeito disto, faço votos por que a Bulgária possa realizar as suas aspirações legítimas, contribuindo, graças às riquezas culturais e espirituais que herdou das suas tradições seculares, para a construção europeia.

Para esta finalidade, peço a Deus que abençoe a Bulgária, o país das rosas, e conceda que todos os seus habitantes vivam e progridam na serenidade e na paz.

 

 

top