The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
AOS PARTICIPANTES NA IX REUNIÃO
DO CONSELHO PÓS-SINODAL DA SECRETARIA
GERAL DO SÍNODO DOS BISPOS PARA
A ASSEMBLEIA ESPECIAL PARA A AMÉRICA

Sexta-feira, 5 de Novembro de 2004

Veneráveis Irmãos no Episcopado

1. É com alegria que vos recebo e vos dou as boas-vindas, por ocasião da IX reunião do Conselho pós-sinodal da Secretaria Geral do Sínodo dos Bispos para a Assembleia Especial para a América.

Estes vossos encontros, coordenados pelo Secretário-Geral do Sínodo dos Bispos, a quem agradeço as amáveis palavras que me dirigiu, permitem-vos verificar os esforços levados a cabo para pôr em prática os ensinamentos contidos na Exortação Apostólica pós-sinodal Ecclesia in America. Além disso, ajudam-vos a "verificar" as metas alcançadas e os progressos das Igrejas particulares no Continente americano, cuja existência quotidiana é caracterizada por múltiplas e diversificadas situações políticas, sociais e económicas. Agradeço-vos e encorajo-vos a continuar neste serviço colegial ao Sucessor de Pedro no governo pastoral de todo o Povo de Deus.

2. Precisamente a partir da experiência sinodal, os Bispos promoveram diversas iniciativas pastorais destinadas a aumentar a comunhão de quantos vivem na América, aplicando as orientações da Exortação Apostólica pós-sinodal. Aqui, limito-me a recordar: os "Congressos Missionários Americanos" (CAM), as "Reuniões dos Bispos da Igreja na América" e a celebração de Nossa Senhora de Guadalupe, Mãe e Evangelizadora da América, como festa litúrgica comum a todo o Continente.

Ainda há muito a realizar, para consolidar a identidade cristã do Continente. Com efeito, se na América Latina o catolicismo é predominante, nos outros países é mais consistente a presença de outras confissões cristãs. Se esta diversidade for vivida na caridade que irmana, constituirá um estímulo ao diálogo ecuménico, sem que isto diminua nos católicos "a firme convicção de que somente na Igreja Católica se encontra a plenitude dos meios de salvação estabelecidos por Jesus Cristo" (Ecclesia in America,73).

3. Entre os desafios do momento presente, além da acção nefasta das seitas, devem enumerar-se outras dificuldades como, por exemplo, as consequências negativas da globalização, especialmente quando se atribui valor absoluto à economia; a crescente urbanização com o inevitável desarraigamento cultural; o comércio e o consumo de drogas; as ideologias modernas, que consideram superado o conceito de família fundada sobre o matrimónio; o aumento progressivo do fosso entre ricos e pobres; as violações dos direitos humanos; os movimentos migratórios e o complexo problema da dívida externa. Além disso, o que dizer da cultura da morte, que se exprime de múltiplas formas, como a corrida aos armamentos e a execrável prática da violência desenfreada pelas guerrilhas e pelo terrorismo internacional?

4. Estimados e veneráveis Irmãos, estes são alguns dos urgentes desafios que agora se apresentam à Igreja que está na América. Graças a Deus, o povo cristão pode contar com muitos recursos para continuar a sua missão com esperança renovada. Em primeiro lugar, pode contar com a fé, dádiva que não só forjou a identidade cristã do Continente mas que, ao longo da história, se manifestou nos princípios e nos ideais morais que alimentaram a cultura dos seus povos.

Um outro dom, que a graça divina suscitou na América, é a piedade popular, profundamente arraigada nas suas diversas nações. Esta característica peculiar do povo americano, oportunamente orientada, purificada e enriquecida com os elementos genuínos da doutrina católica, poderá ser um instrumento útil para ajudar os fiéis a enfrentar de modo adequado os desafios da secularização.
Enfim, a Igreja que está na América foi enriquecida pelo dom de uma singular sensibilidade social, especialmente para com os pobres, que se manifesta numa profunda solidariedade entre as pessoas e entre os vários povos. Recordo que precisamente os Padres sinodais da Assembleia Especial para a América salientaram a oportunidade de preparar um "Catecismo da Doutrina Social Católica", sugestão que desejei acolher na Exortação Apostólica pós-sinodal e que, recentemente, foi realizado pelo Pontifício Conselho "Justiça e Paz", com a publicação do "Compêndio da Doutrina Social da Igreja".

5. Caríssimos Irmãos, faço votos de pleno bom êxito para os vossos trabalhos, sobre os quais invoco a salvaguarda de Nossa Senhora de Guadalupe, Mãe da América. Peço-lhe que a Igreja que está naquele Continente possa florescer e aumentar os seus frutos de santidade, de sincera conversão a Cristo e de sólidas comunhão e solidariedade.

Com estes sentimentos, abençoo-vos a todos, bem como as vossas Comunidades e o Continente inteiro, enquando rezo a Deus para que a sua unidade cresça cada vez mais alicerçada na fé cristã.

 

top