The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
AO SENADO ACADÉMICO DA UNIVERSIDADE
"NICOLAU COPÉRNICO" DE TORUN (POLÓNIA)

23 de Novembro de 2004

 

 

Senhor Cardeal
Venerados Irmãos no Episcopado
Ilustres membros do Senado e do Corpo Académico
Distintas Autoridades
Caríssimos Irmãos e Irmãs


1. Saúdo-vos a todos cordialmente. Estou feliz por acolher uma representação tão ilustre da Universidade "Nicolau Copérnico" de Torun. Estou grato ao Magnífico Reitor pelas gentis palavras e ao Senado por me ter conferido o título de Doutor honoris causa. Aceito-o com gratidão, como sinal de diálogo, em contínuo progresso entre ciência e fé.

2. Ilustres Senhores, ao receber-vos lembro-me daquele dia do mês de Junho de 1999, em que me foi concedido passar o limiar do vosso Ateneu. Recordo também que nessa ocasião falei precisamente sobre este diálogo, que é chamado a superar a contraposição iluminista da verdade alcançada pela razão e daquela que se conhece mediante a fé. Hoje compreendemos cada vez mais que se trata da mesma verdade e que é necessário que os homens, alcançando-a pelas vias rectas, não caminhem sozinhos, mas procurem a confirmação das próprias intuições também no encontro com os outros. Somente assim os estudiosos e os homens de cultura serão realmente capazes de assumir aquela especial responsabilidade de que falei em Torun: a "responsabilidade em relaçao à verdade tender para ela, defendê-la e viver em conformidade com esta" (Discurso aos Reitores das Instituições Académicas, 7.6.1999, n. 5).

3. Alegro-me porque a Universidade "Nicolau Copérnico" está a desenvolver-se de modo dinâmico, oferecendo a um número cada vez maior de jovens, a possibilidade de estudar a ciência. É um bem que também a Faculdade de Teologia possa participar nisto. Sei que este desenvolvimento está a realizar-se com o apoio das Autoridades locais de uma cidade que certamente pode ser denominada como a "cidade universitária". Que esta obra conjunta sirva a cidade de Torun, a região e toda a Polónia. Não há riqueza maior para uma nação do que a de ser formada por cidadãos cultos.

4. Ilustres Senhores, agradeço-vos mais uma vez a vossa vinda. Peço-vos que transmitais a minha saudação a todos os professores e estudantes da vossa Universidade, bem como a todos os habitantes da cidade de Torun. A bênção de Deus vos acompanhe sempre!

 

top