The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
À ASSOCIAÇÃO DA COMUNIDADE
"PAPA JOÃO XXIII"


Segunda-feira, 29 de Novembro de 2004

 

Senhores Cardeais
Venerados Irmãos no Episcopado
e no Sacerdócio
Caríssimos Irmãos e Irmãs

1. Estou feliz por acolher e saudar cada um de vós, aqui reunidos por ocasião desta especial Audiência aos representantes dos numerosos membros da Associação da Comunidade "Papa João XXIII", difundida na Itália e noutros vinte países do mundo.

Saúdo com particular afecto o vosso Fundador e Responsável-Geral, o querido Pe. Oreste Benzi, a quem agradeço as palavras que me dirigiu em nome de todos. Dirijo uma saudação aos seus colaboradores, sacerdotes, consagrados, consagradas e quantos fazem parte, de várias formas, da vossa benemérita Associação, que precisamente nestes dias está a celebrar o trigésimo aniversário de fundação.

2. Desde as origens, ou seja, desde que o Pe. Oreste Benzi fundou a sua primeira casa-família, a vossa Comunidade, que há alguns meses foi reconhecida como Associação internacional desprovida de fiéis de direito pontifício, distinguiu-se por um serviço peculiar aos últimos e por um estilo de partilha autêntica, destinada a regenerar no amor aqueles que, por vários motivos, vivem sem uma família.

Ela é constantemente encorajada pelos vossos Pastores e continua a manter relacionamentos de sintonia cordial com as dioceses e as paróquias em que se encontra a trabalhar. Além disso, as vossas actividades procuram inserir-se no território e abrem-se à colaboração das estruturas sociais públicas e particulares, contudo sem faltar à sua típica inspiração cristã que sempre as orienta e as anima.

3. Vós estais bem conscientes de que a acção caritativa para com os irmãos adquire o seu valor integral, quando se fundamenta no primado do amor de Deus. Para oferecer um amor genuíno aos irmãos é necessário hauri-lo de Deus. É por isso que vós dedicais, oportunamente, prolongados momentos à oração e à escuta da Palavra de Deus, enquanto fundamentais toda a vossa existência em Cristo.

Caríssimos Irmãos e Irmãs! Continuai a cuidar da vossa formação espiritual e da frequência assídua dos Sacramentos. Em particular, fazei da Eucaristia o coração das casas-família e de todas as outras actividades sociais e educativas. Durante o corrente ano, dedicado ao Sacramento do Altar, reavivai o ardor contemplativo e o amor pelo Redentor divino que, na Eucaristia, se faz para nós alimento de vida imortal. Hauri dele a energia espiritual para serdes trabalhadores incansáveis do seu Evangelho, dando testemunho da sua ternura a quantos vivem em condições de dificuldade e de abandono.

Começa precisamente no dia de hoje a Novena da Imaculada. Confio-vos a Ela, Virgem Mãe de Deus, para que vos torne sempre semeadores de esperança, de amor e de paz. É com estes sentimentos que vos concedo, a vós aqui presentes, a toda a Associação e a quantos contribuem de qualquer forma para a vossa importante obra, uma especial Bênção Apostólica.

 

top