The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
AO PRESIDENTE DA COMISSÃO EUROPEIA
NA ASSINATURA DO TRATADO
CONSTITUCIONAL EUROPEU

Quinta-Feira, 28 de Outubro de 2004

 

Senhor Presidente!

1. Saúdo-o muito cordialmente assim como as distintas Personalidades que o acompanham e agradeço-lhe esta gentil visita.

A sua presença em Roma, nestes dias, é motivada pelo solene acto da assinatura do Tratado Constitucional Europeu, por parte dos vinte e cinco Estados que agora fazem parte da União Europeia. O lugar escolhido o mesmo onde em 1957 nasceu a Comunidade Europeia assume um evidente valor simbólico: de facto, quem diz Roma diz irradiação de valores jurídicos e espirituais universais.

2. A Santa Sé favoreceu a formação da União Europeia, ainda antes que ela se estruturasse juridicamente, seguindo depois com interesse activo as suas várias etapas. Ela sentiu-se também sempre no dever de expressar abertamente as justas expectativas de um grande número de cidadãos cristãos da Europa, que pediam o seu apoio.

Por isso, a Santa Sé recordou a todos como o Cristianismo, nas suas várias expressões, contribuiu para a formação de uma consciência comum dos povos e para a sua civilização. Sendo reconhecido ou não nos documentos oficiais, ele é um facto inegável que nenhum historiador poderá esquecer.

3. Hoje desejo, em particular, congratular-me com Vossa Excelência, Senhor Presidente, pela obra desempenhada durante o seu mandato para guiar da Comissão Europeia, e ao mesmo tempo formulo votos por que as dificuldades que surgiram nestes dias em relação à nova Comissão possam encontrar uma solução de respeito recíproco em espírito de concórdia entre todas as forças em questão.

Senhor Presidente, invoco sobre Vossa Excelência e sobre as Personalidades que o acompanham a bênção do Senhor, assim como sobre todos os Representantes dos Estados reunidos em Roma para a iminente assinatura do tratado constitucional, e sobre todos os povos da Europa.

Possa a União Europeia expressar sempre o melhor das grandes tradições dos seus Estados membros, trabalhar activamente no âmbito internacional pela paz entre os povos, e oferecer uma ajuda generosa pelo crescimento das populações mais necessitadas dos outros continentes.

 

© Copyright 2004 - Libreria Editrice Vaticana

 

top