The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
AOS NÚNCIOS APOSTÓLICOS PARTICIPANTES
NO ENCONTRO DOS REPRESENTANTES
PONTIFÍCIOS NA ÁFRICA*

25 de Setembro de 2004

 

 
Caríssimos Representantes Pontifícios!

1. Estou feliz por vos receber na conclusão do vosso encontro em Roma. Desejo renovar a cada um de vós a expressão do meu apreço pelo precioso serviço que ofereceis às Comunidades eclesiais e civis na África.

Todos nós trazemos na mente e no coração a recordação do Arcebispo D. Michael Aidan Courtney, que com generosidade e fidelidade desempenhou a própria missão a favor da martirizada população do Burundi, até ao supremo sacrifício da vida. Possa o seu heróico testemunho infundir um renovado vigor a quantos trabalham pela paz no Burundi e em todo o Continente africano!

2. Sei que desempenhais o vosso serviço com zelo e fidelidade, no meio de situações difíceis, compartilhando os sofrimentos e os dramas das Igrejas e das populações às quais fostes enviados. De bom grado aproveito esta ocasião para vos manifestar mais uma vez a minha gratidão pela dedicação e sabedoria com que cumpris a delicada missão a vós confiada! Sabei que o Papa e a Cúria Romana estão próximos de vós, como testemunha também este nosso encontro.

A Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a África, que este ano comemorara o seu decénio, e a Exortação apostólica pós-sinodal "Ecclesia in Africa", representam um momento especialmente intenso da solicitude pastoral da Igreja para com aquele Continente.
Actualmente, a Igreja na África deve confrontar-se com velhos e novos problemas, mas também está aberta a grandes esperanças. Como Representantes Pontifícios, vós sois chamados a acompanhar o desenvolvimento das Comunidades eclesiais, a favorecer o progresso integral da sociedade e, sobretudo, a sustentar o "encontro das culturas com Cristo e o seu Evangelho" (Exortação apostólica pós-sinodal Ecclesia in Africa,61).

3. Continuai com todo o empenho a ser testemunhas de comunhão, favorecendo a superação das tensões e das incompreensões, a vitória sobre a tentação do particularismo, o reforçamento do sentido de pertença ao único e indivisível Povo de Deus.

Com estes sentimentos e auspícios, renovo-vos o meu mais cordial agradecimento por este encontro e confio as vossas pessoas e a vossa missão à materna protecção da Virgem Maria, Estrela da Evangelização. A vós aqui presentes e aos vossos colaboradores nas Nunciaturas concedo de coração a Bênção Apostólica, fazendo-a extensiva de bom grado às queridas populações africanas, onde desempenhais a vossa qualificada actividade de Representantes Pontifícios.


*L'Osservatore Romano. Edition hebdomadaire en langue française n°41 p.9 (493).

 

© Copyright 2004 - Libreria Editrice Vaticana

 

top