The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA JOÃO PAULO II
AOS FUNCIONÁRIOS DO DEPARTAMENTO
DA ADMINISTRAÇÃO DA POLÍCIA
PENITENCIÁRIA ITALIANA

Segunda-feira, 27 de Setembro de 2004

 

Ilustres Senhores
Gentis Senhoras!

1. Sinto-me feliz por vos receber e vos dirigir as minhas cordiais boas-vindas. Saúdo o Dr. Giovanni Tinebra, Chefe do Departamento da Administração Penitenciária, ao qual agradeço as suas gentis palavras, os Funcionários e o querido Mons. Giorgio Caniato, Inspector-Geral dos Capelães. A minha saudação torna-se extensiva particularmente a vós, Agentes em prova na Polícia Penitenciária Feminina. Este encontro destina-se sobretudo a vós, que concluístes há pouco o ano de formação.

2. Foi com prazer que tomei conhecimento de que durante o curso demonstrastes um louvável empenho, obtendo resultados encorajadores. Congratulo-me convosco e aproveito a ocasião para vos oferecer uma sugestão:  tende sempre a preocupação pela vossa vida espiritual. Com efeito, a vossa função exige uma sólida maturidade humana, que vos consinta conjugar a firmeza com a atenção às pessoas. Para esta finalidade, sem dúvida, é uma vantagem o facto de serdes mulheres, com aquelas qualidades propriamente femininas que incidem de modo positivo sobre a relação inter-humana. Mas é sobretudo necessária a força interior que vem da oração, isto é, da união íntima com Deus em qualquer situação da vida, também nas ocupações quotidianas.

3. Celebra-se hoje, por feliz coincidência, a memória litúrgica de São Vicente de Paulo, grande santo da caridade. Ele sofreu pessoalmente o rigor do cárcere, e ensinou às "Damas", depois Filhas da Caridade, uma especial atenção por aquela categoria de pobres que são os "forçados". Pedia que se tivesse com eles compreensão e que se exigisse para eles um tratamento humano. São Vicente estava animado do amor de Cristo, que no Evangelho se identifica também com o encarcerado (cf. Mt 25, 36.40.43.45). O valor primário da pessoa humana deve estar na base de qualquer ética civil e profissional e da relativa formação. Por conseguinte, sinto-me feliz por vos recomendar a vós, assim como o vosso trabalho, à protecção de São Vicente de Paulo.

Ilustres Senhores, desejando de coração que a vontade de autêntica promoção da justiça se realize com sucesso em cada sector da Administração Penitenciária italiana, agradeço-vos a gentil visita e concedo de bom grado a todos vós e aos vossos familiares a Bênção Apostólica.

 

 

 

top