The Holy See
back up
Search
riga

MENSAGEM DO PAPA JOÃO PAULO II
AOS CLÉRIGOS MARIANOS REUNIDOS
EM CAPÍTULO GERAL

Caríssimos Irmãos!

1. Sinto-me feliz por vos enviar a minha saudação de bons-votos, por ocasião do Capítulo Geral do vosso instituto. Este é um acontecimento de graça que constitui para vós uma forte chamada a voltar às raízes da vossa Congregação e para aprofundar o vosso carisma, procurando discernir as formas mais adequadas para o viver no actual contexto sócio-cultural. Encorajo-vos a prosseguir pelo caminho da fidelidade ao vosso rico património espiritual. De facto, só graças a um forte fervor ascético, transmitido nas obras apostólicas, podereis realizar plenamente a vossa vocação, e ser-vos-á possível ver multiplicar-se os frutos de santidade e de laboriosidade missionária nas vossas actividades.

Neste ano, particularmente dedicado ao mistério da Eucaristia, fazei ainda mais deste admirável sacramento o centro da vossa existência pessoal e comunitária, colocando-vos com docilidade na escola da Virgem Santa, "Mulher eucarística". Seja ela quem vos ajuda a alcançar uma comunhão cada vez mais íntima com Cristo e vos obtenha "o dom de uma obediência imediata, de uma pobreza fiel e de uma virgindade fecunda" (Dia da vida consagrada, 2 de Fevereiro de 2005).
Se no vosso coração arder um amor fervoroso pela Eucaristia e por Nossa Senhora fareis com que os santuários, nos quais prestais o vosso precioso serviço em diversas partes do mundo, sejam cada vez mais verdadeiros "cenáculos" de oração e de acolhimento. Neles os peregrinos poderão experimentar a confortadora intimidade com Cristo e serão encorajados a seguir com alegria os seus passos.

2. Queridos irmãos! Vós pertenceis a um Instituto religioso que conta entre os seus membros religiosos exemplares, que serviram a Igreja em vários campos, encontrando-se com frequência em situações difíceis e arriscadas. Não são poucos os vossos irmãos que percorreram até ao fim o caminho do testemunho cristão intrépido. É suficiente recordar figuras como Rosita Antonio Leszczewicz, Jorge Kaszyra, Fabiano Abrantowicz e André Cikota. Amparados pelo testemunho destes vossos irmãos de hábito, fiéis discípulos de Cristo e generosos operários do Evangelho, não tenhais medo de enfrentar os desafios do nosso tempo.

Intensificai o vosso impulso apostólico, comprometendo-vos com renovado entusiasmo na promoção das vocações sacerdotais e religiosas e preparando adequadamente os aspirantes do vosso Instituto para que sejam generosos operários na messe do Senhor. Aumente também a vossa colaboração pastoral com os fiéis leigos, dedicando especial atenção aos jovens e aos necessitados, aos marginalizados e aos idosos. Sede, para todos, apóstolos e testemunhas da Misericórdia Divina.

Além disso, fiéis ao carisma que vos distingue, sede filhos devotos da Imaculada Conceição. Transcorreram poucos meses desde quando a Igreja celebrou o 150º aniversário da proclamação do dogma da Imaculada Conceição da Bem-Aventurada Virgem. Como se sabe, o vosso Fundador, o Venerável Servo de Deus Stanislau de Jesus Maria Papczynski, soube difundir e defender com coragem a verdade da Imaculada Conceição ainda antes que fosse definida como dogma de fé. Segui fielmente o seu exemplo e propagai em vosso redor a devoção mariana.

3. Ao pensar na missão que estais chamados a desempenhar em diversas partes do mundo e em vários ambientes sociais, gostaria de vos dirigir as palavras que escrevi na Carta Apostólica Mane nobiscum Domine: "Quando se faz verdadeira experiência do Ressuscitado, alimentando-se do seu Corpo e do seu Sangue, não se pode conservar para si só a alegria que se teve. O encontro com Cristo continuamente aprofundado na intimidade eucarística suscita na Igreja e em cada cristão a urgência de testemunhar e de evangelizar" (cf. n. 24).

"Pro Christo et Ecclesia": que este programa continue a ser o programa da vossa Família religiosa à qual desejo uma messe abundante de frutos apostólicos. Para esta finalidade garanto-vos a recordação na oração, ao conceder de bom grado a Bênção ao novo Superior-Geral, ao seu Conselho, aos membros do Capítulo Geral e a toda a vossa Congregação, assim como aos vossos Cooperadores.

Da Policlínica "Gemelli", 10 de Março de 2005.

JOÃO PAULO II

Copyright © Libreria Editrice Vaticana

top