The Holy See
back up
Search
riga

 JOĆO PAULO II

ANGELUS

Varsóvia, domingo 13 de Junho de 1999

 

«A minha alma glorifica ao Senhor e o meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador!» (Lc 1, 46-47).

Juntamente com Maria, Mãe de Jesus, louvemos a Deus e n'Ele exultemos, «porque olhou para a humilde condição da sua serva» (Lc 1, 48) e a escolheu para colaborar na obra da nossa salvação. Graças a Ela, Deus Pai realizou maravilhas no Espírito Santo, mediante o seu Filho Jesus Cristo. Num certo sentido, o seu magnânimo fiat abriu uma nova senda na história, ao longo da qual desde há dois mil anos o Deus encarnado caminha fielmente ao lado do homem. Maria, Mãe de Cristo e Mãe da Igreja, indica incessantemente esta presença de Cristo, ajuda a aceitá-la sempre de novo, a meditá-la no coração e a alegrar-se com ela.

Juntamente com Maria, damos graças a Deus pelas testemunhas da sua presença, crescidas na nossa geração. Louvamo-l'O, acreditando que d'Ele provém o poder que permite a homens frágeis perseverar no amor, apesar das provações e das duras experiências; que o exemplo dos mártires, hoje elevados aos altares, consolide a nossa vida religiosa, a nossa esperança e a nossa confiança; que se torne sustento para quem é exposto à tentação da dúvida e do desencorajamento da difícil quotidianidade. Nunca cessemos de haurir de Cristo, Filho de Maria, aquela força que enche o coração humano da coragem da fé, da confiança na divina Providência e do amor mais forte do que a morte!

Louvamos a Deus também pela fé, a esperança e a caridade destes dois confessores, aos quais hoje foi concedida a glória dos altares: Regina Protmann e Edmundo Bojanowski. A sua doação total ao serviço de Cristo, da Igreja e do homem, especialmente do homem necessitado do apoio material e espiritual, tornou-se a via do testemunho do amor do Pai, que está nos céus. Para eles, tornou-se a via da santidade. O seu testemunho reavive nos hodiernos discípulos de Cristo a sensibilidade às necessidades do outro; que os leve a um serviço abnegado, no espírito do amor de Deus e do próximo. Oxalá se torne a guia para todos os que aspiram à santidade.

Mãe do Verbo Encarnado, Nossa Senhora das Graças, protege Varsóvia, os seus habitantes e toda a nossa Pátria! Guarda a presença do teu Filho nos corações de todos os baptizados, a fim de que recordem sempre a sua dignidade de homens remidos pelo sangue de Cristo, chamados a depositar a confiança em Deus e a servir amorosamente o homem. Incute no teu povo a perseverança de que ele precisa, para poder realizar a vontade do Pai celeste e alcançar a salvação prometida. Que se desenvolva constantemente, sob a tua protecção, a semente da santidade, difundida de modo tão rico em terra polaca e vivificada pela graça do Espírito Santo, e produza abundantes frutos nas gerações vindouras.

 

top