The Holy See
back up
Search
riga

JOÃO PAULO II

DISCURSO DO SANTO PADRE
NO ENCONTRO COM A COMUNIDADE CATÓLICA
 NA IGREJA DOS SANTOS PEDRO E PAULO

Tbilisi, 9 de Novembro de 1999 
     

Queridos Irmãos e Irmãs em Cristo!

1. Com grande afecto vos saúdo, membros da comunidade católica da Geórgia e do Cáucaso. Em particular, saúdo D. Giuseppe Pasotto, Administrador Apostólico, e a vós, seus "colaboradores para o Reino de Deus" (cf. Cl 4, 11) nesta amada terra. O nosso encontro realiza-se na venerável igreja dos Santos Pedro e Paulo. Este edifício, a única igreja católica que permaneceu aberta em Tbilissi durante o período da perseguição, é um símbolo eloquente da perseverante fidelidade a Cristo e da comunhão ininterrupta com a Sé de Pedro. Damos graças a Deus Omnipotente pela fé e a coragem que sustentaram a comunidade católica durante aqueles tempos difíceis e prepararam o caminho para o seu actual renascimento. Que os Santos Apóstolos Pedro e Paulo, unidos na proclamação do Evangelho e no seu martírio, velem sobre esta parte do rebanho do Senhor e vos fortaleçam enquanto enfrentais os desafios de um novo capítulo da história da Geórgia!

2. Dirijo uma saudação particular a vós, meus irmãos sacerdotes, servos fiéis do Senhor. Como a semente que cai na terra e morre só para produzir muito fruto (cf. Jo 12, 24), o vosso ministério sacerdotal, exercido com humildade e modéstia, enriquece o terreno do qual, pela graça de Deus, emergem agora novos e abundantes frutos espirituais. Graças às Ordens sagradas, fostes configurados sacramentalmente a Cristo, Cabeça e Pastor da Igreja. Exorto-vos a ter "em vós os mesmos sentimentos de Cristo" (cf. Fl 2, 5) e a desenvolver todos os dias aquela caridade pastoral, que tem origem no seu Sagrado Coração e vai ao encontro da humanidade, até abraçá-la inteiramente. Sob a vossa guia, a comunidade católica na Geórgia, que se exprime de maneira rica nas tradições latina, arménia e caldeia, seja para a nação sinal da unidade e da paz, que são os dons do Senhor a quantos crêem nas suas promessas.

Também vós, caros religiosos e religiosas, ocupais um lugar especial no coração do Papa. Consagrados ao Senhor, o vosso empenho na busca da caridade perfeita leva-vos a um generoso serviço aos necessitados e àqueles que, muitas vezes sem o saber, procuram o Reino de Deus entre as falsas promessas de um mundo confundido sobre os justos valores.

As vossas obras de educação e de caridade têm em vista a presença do Senhor e a força salvífica da sua graça. Estou particularmente grato pelo testemunho de caridade dado pelos membros da Clínica Redemptor hominis e pela obra excepcional realizada pela Cáritas da Geórgia.

3. Ofereço o meu encorajamento e o meu apoio aos leigos desta abençoada terra da Geórgia. Nas vossas famílias, paróquias e associações, celebrai a fé em Cristo e sede fermento do Evangelho na sociedade que vos circunda! Também vós fostes consagrados mediante o Baptismo. Também vós fostes enviados como membros do povo profético, real e sacerdotal de Deus, como testemunhas do Evangelho. Que a luz de Cristo elimine as sombras e dissipe as trevas que podeis encontrar no vosso coração e no mundo que vos circunda! Não tenhais medo de vos abrir a Cristo e à força purificadora do seu amor.

4. Caros amigos, no limiar do terceiro milénio cristão, a Igreja na Geórgia, livre das restrições do passado, olhe para o futuro com imensa esperança e se empenhe por uma nova primavera do Evangelho! Que cada um seja uma testemunha da paz de Cristo, sempre empenhado em promover a compreensão e o diálogo, em particular com os nossos irmãos e irmãs ortodoxos! Ao confiar a comunidade católica do Cáucaso à intercessão amorosa de Maria, Mãe da Igreja, invoco sobre vós e as vossas famílias abundantes bênçãos divinas.

top