The Holy See
back up
Search
riga

PAPA PAULO VI

ANGELUS

Domingo, 1 de Março de 1970

 

Preparar-se para a Páscoa com fervor e alegria

A nossa crónica espiritual leva-nos a considerar este período de preparação para a Páscoa, na perspectiva das almas, período que deve ser de interioridade e de intensidade espiritual para todos aqueles que reflectem sobre os próprios problemas.

A Páscoa está próxima e desde já desperta os mais graves problemas no foro interior de cada consciência, solicita pelo próprio destino. É o problema da salvação que se nos apresenta, nos termos da mais alta responsabilidade e da solução definitiva: Cristo, só Cristo, é a nossa salvação.

Por isso, somos convidados a uma tomada de consciência existencial, como se costuma dizer hoje. E esta tomada de consciência passa a ser moral, no seu sentido mais elevado e mais completo, no sentido das nossas relações com Deus. Depois, torna-se religiosa, ao receber a mensagem dramática, misteriosa e vital da Páscoa, oferecida por Cristo. É preciso « fazer a Páscoa », como se costuma dizer, com plena consciência, com novas forças e nova alegria.

E necessário, portanto, preparar-se. O Nosso pensamento acompanha as preparações para a Páscoa, que nestes dias se fazem, com vivo interesse e com o desejo pastoral de um bom resultado. Gostaríamos que esta preparação, por meio da Palavra de Deus, não faltasse a nenhuma pessoa, a nenhuma paróquia, a nenhuma comunidade, a nenhuma associação, a fim de que cada alma fosse despertada, iluminada e purificada para o encontro com o Pão da Vida. O Nosso pensamento volta-se, com muito afecto, especialmente para os grupos de jovens, de estudantes, de trabalhadores, de profissionais, de mães de família, de doentes e de pobres, de homens dedicados à vida intelectual ou aos negócios, grupos estes que se reúnem para ouvir as grandes verdades, relacionadas com a e com a nossa existência no tempo e no mundo, e para fazerem a decisiva e renovadora opção por Cristo Salvador. O Nosso pensamento volta-se para todas estas reuniões de preparação para a Páscoa. Gostaríamos de assistir pessoalmente a todas elas. Mas, na impossibilidade de o fazer, estaremos presente com o Nosso afecto, com a Nossa oração e com a Nossa Bênção. Invoquemos Maria, Nossa Mãe, e Cristo.

 

 

top