The Holy See
back up
Search
riga

RADIOMENSAGEM DO PAPA PAULO VI 
POR OCASIÃO DA ENTREGA DA ROSA DE OURO 
À BASÍLICA DE FÁTIMA

Domingo, 9 de Maio de 1965 

 

Amados Filhos de Portugal,

Nesta hora, em que Portugal inteiro ajoelha aos pés da Senhora de Fátima, em oração e penitência, desejamos também, amados filhos, levantar as Nossas preces, juntamente convosco, à Mãe de Deus e nossa Mãe e pedir-lhe que lance o seu olhar maternal para o mundo, ainda tão afastado de Seu Divino Filho, e obtenha urna sincera e perene reconciliação dos homens com Deus.

É para Nós urna grande consolação saber que centenas de milhares de peregrinos, idos à Cova da Iria, a pé, sob as inclemências do tempo de todos os recantos de Portugal, para depor no altar de Fátima, neste die 13 de Maio, os seus preciosos ramalhetes espirituais: de sacrifício, de sofrimentos, de orações, estão aí hoje reunidos, prestando a sua homenagem à Virgem Santíssima.

Quisemos também Nós associar-Nos a essa homenagem, enviando a esse insígne Santuário uma Rosa de Ouro pelo Nosso Legado, Senhor Cardinal Fernando Cento. Esta é testemunho do amor que dedicamos a Portugal católico, missionário e mariano. Que esta Nossa lembrança vos seja de estímulo, amados filhos, para corroborardes e aumentardes o vosso amor e devoção Aquela que sempre acompanhou Portugal, em toda a sua tão linda história, desde o bêrço de Guimaães.

Levantai as vossas orações, juntamente Connosco, à nossa Mãe do Céu, pedindo-lhe que abençoe o mundo e lhe obtenha de Deus a justiça e a paz; que todas as almas cristãs sejam imagem viva de Seu Divino Filho, o Qual derramou todo o seu sangue pela redenção da humanidade; que todos os fieis vivam o Evangelho e dêem testemunho de Cristo, na sua vida particular, na família, na sociedade, no estudo, no trabalho do campo e da oficina, da fábrica e do escritório, de modo que haja na terra uma maior convivência fraternal, maior compreensão, mais harmonia e um mais intenso e vivido amor do próximo.

Em penhor destes Nossos votos, concedemo-vos a vós, peregrinos de Fátima, aos vossos Prelados, Clero, autoridades civis e a todos os dilectos filhos da Nação Portuguesa a Nossa Bênção Apostólica.

                                         

top