The Holy See
back up
Search
riga

PEREGRINAÇÃO À FÁTIMA

DISCURSO DO PAPA PAULO VI
AOS MEMBROS DO EPISCOPADO PORTUGUÊS

13 de Maio de 1967

 

Senhor Cardeal Legado,
Senhor Cardeal Patriarca de Lisboa,
Senhores Bispos de Portugal continental,
insular e ultramarino,

Nesta nossa brevíssima estada em terra portuguesa, não podemos deixar de dirigir uma palavra de especial e afectuosa saudação aos membros todos do Episcopado português, aqui reunido.

Desejamos, em primeiro lugar, agradecer o vosso amável e, ao mesmo tempo, irrecusável convite a que tomássemos parte, pessoalmente, em Fátima, nestas solenes celebrações.

Cá estamos, com a alma a vibrar de júbilo e de emoção. Somos também um peregrino de Fátima. Viemos de Roma para elevar, na Cova da Iria, a Nossa ardente súplica pela paz da Igreja e do mundo.

Queremos, em segundo lugar, manifestar sinceramente o Nosso reconhecimento pela obra de fecundo apostolado que estais a realizar nas vossas dioceses e também encorajar a vossa solicitude pastoral a traduzir em termos, de vida a doutrina inculcada pelo recente Concilio Ecuménico para que, segundo as suas sábias directrizes, a renovação espiritual, que todos nós almejamos, se faça sentir abundante neste abençoado País que se orgulha do nome de «Nação fidelíssima» e de «Terra de Santa Maria».

É com profunda alegria que, neste momento e neste lugar bendito, abrimos o Nosso coração nesta confidência para assegurar-vos que estamos ao vosso lado, com a Nossa solicitude de Pastor universal e com o Nosso amor de Pai comum, em tudo aquilo que empreendeis, em união connosco, para o bem espiritual do povo que vos foi confiado e de toda a Igreja de Deus.

Ajude-vos sempre, com a sua inefável protecção, Aquela cujas glórias estamos juntos a celebrar e cuja dulcíssimo nome trazemos com amor nos lábios e nos corações.

Nossa Senhora de Fátima, rogai por nós.

 

                                         

top