The Holy See Search
back
riga

© PFARRKIRCHEN STIFTUNG ST. LAMBERT SEEON
Via Crucis, Felix Anton Scheffler - 1757
Igreja de S. Martinho - Ischl, Seeon (diocese de München) - Alemanha

NONA ESTAÇÃO
Jesus cai pela terceira vez

V/. Adoramus te, Christe, et benedicimus tibi.
R/. Quia per sanctam crucem tuam redemisti mundum.

Do livro do profeta Habacuc 1, 12-13; 2, 2-3

C. Não sois Vós, Senhor, desde o princípio
o meu Deus, o meu Santo?
Os vossos olhos são puros demais
para verem o mal,
e não podeis contemplar a opressão.
Porque olhais então para os malvados, e ficais em silêncio
quando o ímpio devora o justo?

V. «Põe por escrito esta visão,
inscreve-a em placas com toda a nitidez,
de modo que possam ler facilmente.
Embora esta visão só se realize na devida altura,
ela tende para o seu termo e não enganará.
Se tardar em cumprir-se, deves aguardá-la,
pois há-de realizar-se infalivelmente, a seu tempo».

 

MEDITAÇÃO

Pascal argutamente observou:
«Jesus estará em agonia até ao fim do mundo;
é preciso não dormir durante este tempo».[1]

Mas, neste tempo, onde agoniza Jesus?

A divisão do mundo em zonas de bem-estar
e em zonas de miséria… é, hoje, a agonia de Cristo.
De facto, o mundo é formado por dois compartimentos:
num compartimento desperdiça-se
no outro definha-se;
num morre-se de abundância
e no outro morre-se de indigência;
num teme-se a obesidade
e no outro invoca-se a caridade.

Porque é que não abrimos uma porta?
Porquê não formamos uma única mesa?
Porquê não entendemos que os pobres
são a cura dos ricos?
Porquê? Porquê? Porque somos tão cegos?


ORAÇÃO

Senhor Jesus,
ao homem que vive para acumular
Tu chamaste-o insensato![2]

Sim, é insensato quem pensa
que possui qualquer coisa,
visto que um só é o Proprietário
do mundo.

Senhor Jesus,
o mundo é teu, apenas teu.
E Tu deste-o a todos
para que a terra fosse um casa
que a todos alimenta e a todos protege.

Por isso, acumular é roubar
se o acumulado inútil
impede a outros de viverem.

Senhor Jesus,
faz com que acabe o escândalo
que divide o mundo
em palácios e barracos.

Senhor, ensina-nos de novo a fraternidade!



[1] B. PASCAL, Pensamentos (ed. Brunschvicg), 553.
[2] Lc 12, 20.

 

Todos:

Pater noster, qui es in cælis;
sanctificetur nomen tuum;
adveniat regnum tuum;
fiat voluntas tua, sicut in cælo et in terra.
Panem nostrum cotidianum da nobis hodie;
et dimitte nobis debita nostra,
sicut et nos dimittimus debitoribus nostris;
et ne nos inducas in tentationem;
sed libera nos a malo.

Eia, mater, fons amoris,
me sentire vim doloris
fac, ut tecum lugeam.

© Copyright 2006 - Libreria Editrice Vaticana

top