The Holy See
back up
Search
riga

PONTIFÍCIO CONSELHO PARA A PROMOÇÃO DA UNIDADE DOS CRISTÃOS

Resultados positivos do confronto entre a Santa Sé e as Igrejas ortodoxas

O ecumenismo é um intercâmbio de dons

Gabriel Quicke *

 

A encíclica do ecumenismo Ut unum sint do beato João Paulo II ressalta de modo significativo a importância do intercâmbio através do diálogo, que é muito mais do que um intercâmbio de ideias: é um «intercâmbio de dons» (28). No nosso peregrinar rumo à unidade dos cristãos, encontramos os nossos irmãos e irmãs de outras Igrejas e comunidades eclesiais. As visitas ecuménicas favorecem não só um intercâmbio teológico, mas criam também uma cultura de amizade num espírito de irmandade e fraternidade evangélica. Os encontros ecuménicos oferecem a possibilidade de acolher os outros e de ser por eles acolhidos. A hospitalidade de ambas as partes permite um enriquecimento contínuo e um confronto proveitoso, também com a finalidade de resolver quer problemas comuns relativos à vida humana e à sociedade, quer dificuldades práticas concernentes à Igreja. O ecumenismo não é indiferente à realidade concreta das diversas comunidades cristãs e preocupa-se, por exemplo, do uso comum de lugares de culto, e de questões de justiça social, pobreza, racismo e violência. O ecumenismo tem por objectivo desenvolver uma cultura de hospitalidade e de amizade, encorajando a partilha tanto da alegria como do sofrimento entre os cristãos. Neste sentido, estamos sempre chamados a aliviar o peso uns dos outros. E neste espírito devem proceder os diálogos teológicos: veritatem facientes in caritate.

Representantes da Igreja católica e das Igrejas ortodoxas orientais reuniram- se de 17 a 21 de Janeiro de 2012 como membros da Comissão mista internacional para o diálogo teológico entre a Igreja católica e as Igrejas ortodoxas orientais, sob a co-presidência, da parte católica, do cardeal Kurt Koch, presidente do Pontifício conselho para a promoção da unidade dos cristãos, e, da parte ortodoxa, do metropolita Bishoy de Damiette, secretário-geral do Santo sínodo da Igreja ortodoxa copta. O encontro foi hospedado em Adis Abeba por sua santidade Abuna Paulos I, Patriarca da Igreja ortodoxa etíope tewahedo. Durante o encontro os membros da comissão aprofundaram o estudo da comunhão e da comunicação existentes entre as Igrejas até meados do século V da história cristã, assim como o estudo do papel desempenhado pelo martírio e monaquismo na vida da Igreja primitiva. Eles resumiram os aspectos convergentes entre as duas comunidades a fim de apresentar modelos que possam ser usados hoje numa abordagem pastoral ecuménica que tenha por objectivo a plena comunhão. Nos dias 13 e 14 de Setembro de 2012, uma comissão de redacção encontrou-se em Roma para examinar os contributos apresentados durante a actual fase de diálogo e para produzir um esboço de texto que deverá ser avaliado durante a reunião da comissão, prevista para 2013.

 

*Reverendo assistente para a secção oriental do PCPUC Bispos reunidos na basílica de São Pedro durante uma sessão do Concílio Vaticano II, presidida por Paulo VI

 

  

top