The Holy See
back up
Search
riga

MENSAGEM DO PAPA BENTO XVI
AO ARCEBISPO DE TURIM
PELA XX EDIÇÃO DOS JOGOS OLÍMPICOS
DE INVERNO

Ao venerado Irmão
Cardeal SEVERINO POLETTO
Arcebispo de Turim

Com grande atenção pastoral, Vossa Eminência pediu que alguns presbíteros dessem vida a iniciativas espirituais apropriadas, por ocasião da XX edição dos Jogos Olímpicos de Inverno, que se realizarão em Fevereiro de 2006 em Turim e noutras localidades dessa região, envolvendo as populações das Dioceses de Turim, Susa e Pinerolo. Este importante acontecimento verá chegarem numerosos atletas, dirigentes desportivos, assistentes e profissionais da informação de todas as partes do mundo. Além disso, na próxima solenidade da Imaculada Conceição da Bem-Aventurada Virgem Maria, Vossa Eminência, venerado Irmão, presidirá a uma especial Celebração Eucarística no Palácio dos Desportos de Turim, na qual será apresentada a tocha que durante o ano permaneceu acesa no Santuário diocesano da Consolata. Precisamente por isso, em preparação para as Olimpíadas, a data de 8 de Dezembro reveste também o significado de uma festa, denominada "Uma luz para o Desporto".

Para os cristãos, a referência à luz remete ao Verbo encarnado, luz do mundo que ilumina o homem em toda a sua dimensão, inclusive desportiva. Ao encarnar, o Filho de Deus valorizou tudo o que é humano, excepto o pecado. Ele "trabalhou com mãos humanas, pensou com uma inteligência humana, agiu com uma vontade humana" como, há quarenta anos, recordava também o Concílio Vaticano II na Gaudium et spes (n. 22). Entre as diversas actividades humanas, encontra-se a desportiva, que também espera ser iluminada por Deus, mediante Cristo, para que os valores que exprime sejam purificados e elevados tanto a nível individual como colectivo.

Garanto desde já a minha lembrança na oração, a fim de que os próximos Jogos Olímpicos constituam para os fiéis uma circunstância oportuna para reflectir, como o Apóstolo Paulo sugeria aos cristãos de Corinto, sobre as indicações que do desporto podem derivar também para o treinamento espiritual (cf. 1 Cor 9, 24-27). Além disso, que as próximas manifestações olímpicas sejam para todos um sinal eloquente de amizade e contribuam para reforçar relações de entendimento solidário entre os povos! Como deixar de reconhecer quanto tudo isto é necessário nos nossos dias, que vêem a humanidade marcada por muitas tensões e desejosa de construir um futuro de paz autêntica? Invoco a celeste intercessão de Maria Imaculada, para que a luz de Cristo, que Ela reflecte perfeitamente com toda a sua existência, ilumine os ânimos de quantos, de vários modos, participarem nas Olimpíadas. A eles, como também a Vossa Eminência, venerado Irmão, a D. Alfonso Badini Confalonieri, Bispo de Susa, a D. Piergiorgio Debernardi, Bispo de Pinerolo, e às respectivas Comunidades diocesanas, concedo de coração a implorada Bênção Apostólica.

Vaticano,29 de Novembro de 2005.

 

© Copyright 2005 - Libreria Editrice Vaticana

top