The Holy See
back up
Search
riga

JOÃO PAULO II

REGINA COELI

Domingo, 30 de Abril de 2000  

 

1. No termo desta celebração, na qual à alegria pascal se acrescentou o júbilo pela Canonização da Irmã Faustina Kowalska, saúdo e agradeço com afecto a todos vós, aqui vindos de várias partes do mundo. A cada um desejo de coração que possa experimentar quanto certa vez Nossa Senhora assegurou a Santa Faustina: "Sou não só a Rainha do Céu, mas também a Mãe da Misericórdia e a tua Mãe" (Diário, pág. 141).

2. A mensagem da Misericórdia divina e a imagem de Cristo misericordioso, de que a Irmã Faustina Kowalska nos fala hoje, são expressão viva do espírito do grande Jubileu, que a Igreja inteira está a celebrar com alegria e fecundidade. Muitos de vós vieram aqui para honrar a nova Santa. Que a sua intercessão produza abundantes frutos de perdão e renovada vitalidade espiritual à Igreja nos vossos países! O pensamento da gentileza amorosa de Deus suscite no vosso coração as energias necessárias para as obras de fé e a solidariedade cristã.

Saúdo cordialmente os peregrinos de língua francesa, em particular os que participaram na Canonização da Irmã Faustina. Oxalá, segundo o exemplo da nova Santa, vos confieis totalmente ao Senhor e O louveis no poder da sua misericórdia! Que a força renovadora de Cristo ressuscitado encha os vossos corações!

Depois de ter sido saudado pelo Bispo Auxiliar de Cracóvia, em conexão televisiva directa com o Santuário de Lagiewniki, o Santo Padre assim se expressou em polaco:

Ao mesmo tempo abraço com o pensamento todos os meus compatriotas e confio-os à intercessão da Santa Irmã Faustina. A mensagem da misericórdia de Deus, que se inclina sobre toda a miséria humana, seja, no novo milénio, para cada um, uma fonte inexaurível de esperança e um apelo a demonstrar de maneira activa o amor pelos irmãos. "Bem-aventurados os misericordiosos, porque encontrarão misericórdia" (Mt 5, 7). A todos abençoo de coração.
Hoje unimo-nos também ao Primaz, ao Arcebispo de Gniezno e a todos os compatriotas ali reunidos para a solenidade de Santo Adalberto.

"Gaude Mater Poloniae...". Alegra-te, Mãe da Polónia, alegrai-vos Irmãs de Maria Santíssima da Misericórdia, porque foi elevada à glória dos Santos a nossa Irmã Faustina.

De todo o coração saúdo os peregrinos vindos da Polónia e todos os devotos da Divina Misericórdia, reunidos no Santuário de Lagiewniki, perto de Cracóvia! Alegro-me porque neste dia tão especial para o nosso País estão aqui presentes os representantes do Governo da República da Polónia com o Senhor Primeiro-Ministro, e os representantes de "Solidarnosc".
A Divina Providência uniu a vida de Santa Faustina às cidades de Varsóvia, Plock, Vilnius e Cracóvia. Hoje, cito os nomes destas cidades das quais a nova Santa é Padroeira, confiando aos seus habitantes uma especial solicitude pelo apostolado da Divina Misericórdia.

3. E agora, dirijamos a nossa súplica à misericordiosa Rainha do Céu.

© Copyright 2000 - Libreria Editrice Vaticana

 

top