The Holy See
back up
Search
riga

CARTA DO PAPA JOÃO PAULO II
AO CARDEAL BERNARDIN GANTIN
POR OCASIÃO DO ENCONTRO
DOS PRESIDENTES DAS CONFERÊNCIAS
EPISCOPAIS DA ÁFRICA

11 de Abril de 1997

 

Senhor Cardeal BERNARDIN GANTIN
Prefeito da Congregação para os Bispos

No momento em que Vossa Eminência parte para Nairobi a fim de participar no encontro dos Presidentes das Conferências Episcopais da África, no contexto da preparação para a Assembleia Plenária do «SCEAM», que se há-de realizar proximamente em Pretória, encarrego-o de assegurar os participantes dos meus votos mais calorosos e da minha fervorosa oração.

A situação dramática que muitos africanos conhecem em vários países é para mim uma preocupação constante. Deploro profundamente os sofrimentos impostos a um tão elevado número de pessoas, na Região dos Grandes Lagos e em muitas outras regiões. É com emoção que evoco os discípulos de Cristo, bispos, sacerdotes, religiosos, religiosas e leigos que, na África, nestes últimos anos, fizeram o dom da própria vida, testemunhando o amor de Deus. Exorto de modo premente todos os responsáveis a agirem com sabedoria para pôr fim às lutas fratricidas e alcançar, finalmente, a paz na justiça e na verdade. Uma vez mais, desejo vivamente que se dedique uma ajuda apropriada a todas as populações que vivem na angústia, e que a solidariedade entre as nações se exprima com generosidade.

Convido os Pastores da Igreja católica, nas provações que partilham com os seus povos, a darem prova da coragem inspirada pelo Bom Pastor, que entrega a própria vida pelas Suas ovelhas (cf. Jo. 10, 11). Sejam no meio de todos testemunhas da fé em Cristo e artífices de paz, levando com perseverança os fiéis pelos caminhos da reconciliação, a fim de que estes participem com os seus compatriotas na educação de sociedades pacíficas e fraternas em que cada um possa encontrar o seu lugar! Formulo votos por que as Igrejas particulares do continente saibam manifestar concretamente a própria caridade, na busca da concórdia e na obra de reconstrução daquilo que foi destruído, para que o Evangelho seja anunciado com vigor cada vez mais intenso. Possam os fiéis voltar-se com confiança para Deus, Pai de todos os homens, em vista de Lhe pedir numa oração ardente o dom da paz para a África!

Rezando para que o seu testemunho e o seu ministério sejam fecundos para os seus povos, dirijo de todo o coração aos Bispos presentes em Nairobi, às pessoas que por estes são representadas e aos fiéis das suas dioceses, a Bênção Apostólica.

Vaticano, 11 de Abril de 1997.

IOANNES PAULUS II

 

 

top