The Holy See
back up
Search
riga

MENSAGEM DO PAPA JOÃO PAULO II
AO SUPERIOR-GERAL E AOS DEMAIS
PADRES CAPITULARES
DA CONGREGAÇÃO DA SANTA CRUZ

 

Ao Rev.do Pe. HUGH CLEARY, C.S.C. Superior-Geral
e a todos os participantes
no Capítulo Geral da Congregação da Santa Cruz

É com imenso prazer que vos saúdo com afecto no Senhor, por ocasião do vosso Capítulo Geral. Rezo para que o Espírito Santo vos oriente e ilumine ao longo destes dias de oração e de reflexão, no momento em que examinais a vossa identidade de Religiosos consagrados e buscais a melhor forma de preservar e adaptar o vosso património espiritual às mutáveis situações históricas e culturais contemporâneas (cf. Vita consecrata, 42).

Em 1837, o vosso Fundador, Venerável Basílio António Maria Moreau, respondeu com generosidade e sabedoria às necessidades da época turbulenta em que viveu, dedicando-se a si mesmo e levando os seus próprios filhos espirituais, a consagrar-se à tarefa de renovação e revigoramento da sociedade francesa, através da pregação do Evangelho, da educação e da assistência às pessoas que se encontram em necessidade. Tendo começado num lugar, providencialmente chamado "Santa Cruz", a Congregação difundiu-se com rapidez inclusivamente no estrangeiro, fundando missões e instituições educativas em todos os quadrantes do mundo.

O tema do presente Capítulo é:  "Ultrapassar fronteiras de todos os tipos". Estas palavras, tiradas da Constituição da vossa Congregação, exprimem o desejo de capturar de novo o espírito inicial do vosso Fundador e exigem, em primeiro lugar, o compromisso pessoal por parte de cada um dos membros da Congregação numa vida de santidade e de alegria na vocação que o Senhor, na sua generosidade, vos inspirou. Num mundo obsessionado pelas posses materiais e as gratificações pessoais, o vosso testemunho de pobreza, castidade e obediência evangélicas há-de brilhar para os outros, oferecendo-lhes o testemunho do que significa seguir Cristo de forma completa e incondicional. Por conseguinte, convido-vos a "fazer-vos ao largo" com ânimo. Quanto mais ardentemente vos unirdes a Cristo, mediante a entrega total de vós mesmos, "tanto mais rica se tornará a vida da Igreja e tanto mais vigorosamente se desenvolverá o seu apostolado" (Perfectae caritatis, 1). Estou persuadido de que o vosso testemunho fiel do convite de Cristo:  "Vinde ver!" (Jo 1, 39), há-de inspirar os outros a agir desta mesma maneira.

A recente erecção das novas Províncias da vossa Congregação, no Haiti e no Nordeste da Índia, constitui um claro sinal da fecundidade do vosso apostolado para a vida da Igreja, demonstrando que ali o Evangelho mergulhou profundamente as suas raízes. Como o Concílio Vaticano II ensina de forma tão sábia, "a actividade missionária... propaga a fé salvífica [da Igreja]. Expande e aperfeiçoa a sua unidade católica... Testemunha, difunde e promove a sua santidade" (Ad gentes, 6). Enquanto consolidais a vossa presença nesses e noutros territórios, ao mesmo tempo estais a contribuir para o crescimento da Igreja, alimentais a chama da esperança no coração dos filhos de Deus e cumpris o mandato do Senhor:  "Ide pelo mundo inteiro e anunciai a Boa Notícia a toda a humanidade" (Mc 16, 15).

Rezo a fim de que a Bem-Aventurada Virgem Maria, paradigma de vida consagrada, continue a inspirar-vos e sustentar-vos com o seu exemplo e a sua poderosa intercessão. Que Ela vos ajude a viver a vossa vocação religiosa com gratidão e alegria cada vez mais intensas, conscientes de que a vida consagrada constitui um dom precioso e necessário para a Igreja, "porque faz intimamente parte da sua vida, da sua santidade e da sua missão" (Vita consecrata, 3). Como penhor de graça e de paz no Senhor, concedo de todo o coração a minha Bênção Apostólica a todos os membros da Congregação da Santa Cruz.

Castel Gandolfo, 21 de Julho de 2004.

 

PAPA JOÃO PAULO II

 

© Copyright 2004 - Libreria Editrice Vaticana

 

top