The Holy See
back up
Search
riga

MENSAGEM DO PAPA JOÃO PAULO II
AO BISPO DE ÁSCOLI PICENO (ITÁLIA)
POR OCASIÃO DO XVII CENTENÁRIO
DO MARTÍRIO DE SANTO EMÍDIO

 

Ao venerado Irmão SILVANO MONTEVECCHI
Bispo de Áscoli Piceno

1. No corrente ano a Comunidade eclesial que vive em Áscoli recorda o XVII centenário do martírio de Santo Emídio, seu protobispo. É-me grato unir-me espiritualmente a Vossa Excelência, venerado Irmão, ao clero, aos religiosos, às religiosas e a todos os fiéis ascolanos neste significativo aniversário, que será comemorado com várias iniciativas litúrgicas, pastorais e culturais, que hão-de terminar com as solenes celebrações do dia 5 de Agosto do próximo ano, festa do Padroeiro da Diocese.

A memória do mártir Santo Emídio, particularmente amado e invocado nessa cidade e noutras regiões da Itália centro-meridional como protector contra a calamidade do terremoto, constitui um vigoroso convite para a Comunidade cristã de Áscoli, a rever o espírito das origens para anunciar o Evangelho com novo impulso neste nosso tempo, promovendo os valores da civilização cristã também nesta nossa época.

2. A vicissitude terrena de Santo Emídio, confirmada por uma tradição longa e consolidada, oferece um testemunho eloquente do modo como o cristianismo influenciou a vida dos povos do Continente europeu. Natural de Tréveros, este Santo converteu-se ao cristianismo e recebeu o baptismo, refugiando-se em Milão, onde foi sucessivamente ordenado. Em seguida, veio a Roma, recebeu a Ordenação episcopal das mãos do Papa Marcelino e foi enviado para a cidade de Áscoli.

Graças a ele, existe um vínculo significativo entre a cidade de Tréveros e Áscoli Piceno:  para frisar este facto, um grupo de jovens daquela cidade, chefiados pelo seu Bispo D. Reinhard Marx, uniu-se a vós para prestar homenagem a este Santo padroeiro. Sempre no mesmo espírito, os jovens de Áscoli e os seus coetâneos de Tréveros percorrerão juntos o itinerário de preparação para a Jornada Mundial da Juventude, que terá lugar em Colónia, no próximo ano. Formulo votos de coração para que, em nome de Santo Emídio, se aprofundem cada vez mais estes vínculos de comunhão e de partilha eclesial.

3. A Diocese desejou preparar-se para esta importante celebração jubilar com encontros e manifestações de índoles tanto histórica como historiográfica, e com uma significativa exposição iconográfica. Além disso, foram promovidas oportunas iniciativas catequéticas e pastorais, em conformidade com as várias faixas etárias, das crianças que começam o seu itinerário formativo, aos adolescentes que se preparam para receber o Sacramento da Crisma, aos jovens, aos adultos e às famílias. Tem-se em vista ajudar cada um, e especialmente os leigos, a descobrir de novo a beleza de ser discípulo de Cristo e de pertencer à sua Igreja, Povo de Deus que "não só reúne diversos povos, mas no seu próprio interior é composto de várias ordens", como salienta a Constituição dogmática Lumen gentium, do Concílio Vaticano II (n. 13). A formação dos fiéis leigos é mais necessária do que nunca, para que possam ser protagonistas da nova evangelização, colaborando activamente com os Pastores na transmissão do anúncio evangélico em todos os ambientes da sociedade.

4. Venerado Irmão, gostaria de repetir à Igreja que vive em Áscoli aquilo que tive a oportunidade de escrever a todo o povo cristão, no encerramento do Grande Jubileu do Ano 2000, mediante a Carta Apostólica Novo millennio ineunte. Nela, indiquei o caminho de uma contemplação mais intensa do rosto de Cristo como condição para um compromisso apostólico e missionário cada vez mais corajoso. A via-mestra a percorrer é a santidade. Por conseguinte, é para a santidade que a Igreja ascolana deve tender com todos os meios, seguindo as pegadas do seu augusto Padroeiro.

"É hora de propor de novo a todos, com convicção, esta "medida alta" da vida cristã ordinária:  toda a vida da comunidade eclesial e das famílias cristãs deve apontar nesta direcção. Mas é claro também que os percursos da santidade são pessoais e exigem uma verdadeira e própria pedagogia da santidade, capaz de se adaptar ao ritmo dos indivíduos" (NMI, n. 31).

Formulo-lhe do íntimo do coração, venerado Irmão, assim como às pessoas que o Senhor tem confiado aos seus cuidados pastorais, que as celebrações em honra de Santo Emídio alimentem em cada um a aspiração constante à santidade  e,  visando  esta  finalidade,  asseguro a minha recordação incessante na oração.

Com estes sentimentos, enquanto invoco a protecção celestial do Santo protobispo e mártir, é de bom grado que lhe concedo, Vossa Excelência, bem como ao clero, às pessoas consagradas, aos leigos comprometidos e a todos os fiéis da Diocese de Áscoli, uma especial Bênção Apostólica.

Vaticano, 26 de Junho de 2004.

 

PAPA JOÃO PAULO II

 

© Copyright 2004 - Libreria Editrice Vaticana

 

 

top