Index   Back Top Print

[ EN  - ES  - FR  - IT  - PT ]

DISCURSO DO PAPA FRANCISCO 
AOS PARTICIPANTES DO ENCONTRO PROMOVIDO
PELA REDE INTERNACIONAL “TALITHA KUM”

Sala Clementina
Quinta-feira, 23 de maio de 2024

[Multimídia]

________________________________________

Recebo-vos com alegria no final da vossa segunda Assembleia geral, por ocasião do 15º aniversário do nascimento da vossa rede. No meu coração há muita gratidão por aquilo que levais a cabo, tanto a nível pessoal como em conjunto, para debelar o tráfico de pessoas, um dos flagelos mais terríveis do nosso tempo.

O tráfico de pessoas é um mal “sistémico”, portanto podemos e devemos eliminá-lo através de uma abordagem sistemática a vários níveis. O tráfico é reforçado por guerras e conflitos, beneficia dos efeitos das mudanças climáticas, das desigualdades socioeconómicas, aproveita-se da vulnerabilidade das pessoas forçadas a migrar e da situação de desigualdade em que se encontram, em particular, mulheres e meninas.

O tráfico é uma atividade que não respeita nem olha para a cara de ninguém, garantindo grandes lucros a pessoas sem escrúpulos morais. O tráfico está em constante evolução e encontra sempre novas formas de se desenvolver, como aconteceu durante a pandemia. No entanto, não devemos desanimar. Com a força do Espírito de Jesus Cristo e a dedicação de muitos, conseguiremos eliminá-lo.

É preciso continuar no sulco daquilo que vós, de Talitha Kum , sempre fizestes: pôr-nos ao lado das vítimas, ouvi-las, ajudá-las a levantar-se e, juntos, agir contra o tráfico.

Para sermos verdadeiramente eficazes contra este hediondo fenómeno criminoso, devemos ser uma comunidade. Tudo isto está bem expresso no tema da vossa assembleia: “Caminhar juntos para acabar com o tráfico, compaixão em ação para a transformação”.

Não é simples, mas nestes quinze anos mostrastes-nos, em todas as latitudes, que é possível fazê-lo. Talitha Kum tornou-se uma rede alargada e global e, ao mesmo tempo, bem enraizada nas Igrejas locais. Tornou-se um ponto de referência para as vítimas, as suas famílias, as pessoas em risco e as comunidades mais vulneráveis. Além disso, os vossos apelos são uma vigorosa exortação à responsabilidade para governos e instituições nacionais e locais.

Encorajo-vos a prosseguir este caminho, dando continuidade a ações de prevenção e de tratamento, e tecendo muitas relações preciosas, indispensáveis para combater e debelar o tráfico.

Amadas irmãs e irmãos, dou graças ao Senhor convosco por todo o trabalho que Ele vos concedeu realizar ao longo destes últimos anos. Lerei atentamente o vosso documento e promovê-lo-ei. Que Nossa Senhora vos acompanhe sempre e vos ampare. Abençoo todos vós de coração, bem como as vossas comunidades. Por favor, continuai a rezar por mim. Obrigado!



Copyright © Dicastero per la Comunicazione - Libreria Editrice Vaticana